Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dos Meus Livros

A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. Fernando Pessoa.

| 283 |

Diz-se que devemos encontrar um propósito para a nossa vida e vivê-lo. Mas, por vezes, só depois de termos vivido é que reconhecemos que a nossa vida tinha um propósito, e provavelmente um que nunca nos tinha passado pela cabeça. E agora que tinha cumprido o meu, sentia-me à deriva e sem objectivos.

E As Montanhas Ecoaram

Khaled Hosseini

| 282 |

Não estou a dizer que ela era cruel ou insensível. Já vivi muito tempo, sr. Markos, e uma das coisas que vim a constatar foi que estamos sempre munidos de uma certa dose de humildade e caridade quando julgamos o funcionamento oculto do coração de outra pessoa.

E As Montanhas Ecoaram

Khaled Hosseini

| 197 |

- (...) Somos um povo melancólico, os afegãos, não é verdade? Perdemos muito tempo com ghamkhori e autopiedade. Ficamos prostrados diante da perda, do sofrimento, aceitamo-los como parte da vida, achamo-los necessários até zendagimigzara, costumamos dizer, a vida continua. Não julgues que me rendi ao destino, estou apenas a ser pragmático. (...) Há uma coisa chamada vontade de Deus.

- Só existe aquilo que fazemos e aquilo que não fazemos.

O Menino de Cabul

Khaled Hosseini